Avalie o site


Justiça determina afastamento de proprietária da Lotérica de Espera Feliz

News3
Justiça determina afastamento de proprietária da Casa Lotérica de Espera Feliz
Medidas cautelares
O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) expediu por meio do promotor de justiça Vinicius Bigonha Cancela Moraes de Melo, uma denúncia sobre irregularidades em pelo menos 10 pagamentos de auxílios emergenciais na lotérica do município de Espera Feliz.


No Inquérito Policial, diversos usuários da Assistência Social do Município, beneficiários do Programa Bolsa Família, procuraram a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social apresentando queixas quanto ao recebimento do Auxílio Emergencial, benefício financeiro aprovado pelo Governo Federal, em virtude da Pandemia causada pelo Coronavírus.

A suspeita que as fraudes fossem feitas na hora que as vitimas iriam receber o benefício no valor de R$1200,00, e só recebiam R$600,00.

O MP pediu pela prisão preventiva da acusada, mas o Juiz determinou medidas cautelares diversas da prisão, como o afastamento e proibição de acesso ou frequência a casa lotérica da qual a investigada é responsável, contato com as vítimas do processo, recolhimento domiciliar no período noturno e a proibição de se ausentar da Comarca do município.

Nesse período, a lotérica foi fechada de forma administrativa pela Caixa Econômica Federal.

Redação Destaque Diário

Deixe seu comentário